quinta-feira, 5 de abril de 2012

Como funciona um tratamento ortodôntico?

Diversos tipos de aparelhos fixos e móveis,  são utilizados na movimentação ,para correção de posicionamento dentário, ósseo e muscular.
Esses aparelhos funcionam com uma leva pressão colocada sobre os dentes, ossos ou músculos da face, conforme o objetivo pretendido, o diagnóstico do seu problema , determinará, o tipo de aparelho e força utilizada no tratamento ortodôntico.

Aparelhos fixos :
  • Aparelho fixo comum: são os aparelhos onde os braquetes são colados na maioria dos dentes, os dentes mais posteriores recebem bandas( anéis)com tubos onde é feita a ancoragem do tratamento, e a força nesses aparelhos é exercida através de fios presos com alastics a essa estrutura. Conforme aumenta a espessura dos fios,aumenta a força da movimentação dentária, que deve ser lenta a gradual para não prejudicar os dentes. Os aparelhos são ajustados em média a cada 30 dias e podem apresentar cores vivas, as preferidas das crianças e adolescentes.

  • Aparelhos fixos especiais: são os utilizados para fins bem específicos como as grades palatinas, para evitar que o paciente interponha a língua entre os dentes anteriores ( um mau hábito em pacientes que chupam bico ou dedo por muitos anos).devem ser utilizados somente como último recurso, pois são aparelhos bem desconfortáveis.

  • Aparelhos  mantenedores de espaço: são normalmente utilizados em crianças que perdem de forma precoce os dentes decíduos( de leite), para evitar a perda de espaço para a erupção ( nascimento) do dente permanente.

  • Disjuntores palatinos: aparelhos cimentados aos molares e pré molares, com parafuso para expandir o palato( céu da boca) , indicados nos casos de atresia maxilar severa e mordidas cruzadas posteriores.

Aparelhos móveis:
  • Mantenedores de espaço móveis – estes aparelhos têm a mesma função que os mantenedores fixos. São feitos com uma base acrílica que se encaixa sobre o espaço em que falta os dentes e têm braços de plástico ou arame entre determinados dentes que devem ser mantidos separados.

  • Aparelhos reposicionadores de mandíbula - estes aparelhos podem ser utilizados no maxilar superiore mandíbula, e ajudam a "treinar" a mandíbula a fechar em uma posição mais favorável. São utilizados para disfunções da articulação temporomandibular (ATM).


  • Aparelhos funcionais – através de melhor posicionamento mandibular redirecionam o crescimento da face, corrigindo muitas alterações ortodônticas na dentição mista.

  • Expansor palatino móvel– um mecanismo utilizado para alargar a arcada superior. Consiste em uma placa de plástico que se encaixa sobre o céu da boca. A pressão é aplicada sobre a placa por meio de um parafuso que força os  ossos do palato ( céu da boca) a se abrirem para os lados, alargando a área palatina.

  • Contentores móveis – utilizados no final do tratamento ortodôntico , depois da remoção do aparelho fixo e servem para prevenir que os dentes voltem a posição anterior.

  • Aparelho extrabucal – Este aparelho retarda o crescimento da maxila e mantém os dentes posteriores onde estão, enquanto os dentes anteriores são empurrados para trás.sao fixados nas bandas do aparelho fixo e por fora atrás do pescoço em uma tala cervical através de elásticos extra bucais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário